Metáfora da xícara de café



Era uma vez, num lugar não tão distante, você estava segurando uma xícara de café, um café cheiroso, saboroso que você consegue até imaginar, que você consegue até sentir o saboroso cheiro.


Nesse momento, alguém vem e esbarra sem querer em você e a xícara balança para um lado, balança para outro e acaba por derramar.


“O que foi que transbordou e caiu no chão? o que tinha dentro da xícara?”


Ora Gê, se tinha café na xícara, o que caiu foi café.


Pois bem, mas agora imagine que lugar do café cheiroso e saboroso, agora dentro da xícara temos água. Uma água fresca e cristalina.


Alguém vem e esbarra em você e xícara balança para um lado, balança para outro e acaba por derramar no chão.


O que foi que que transbordou e caiu no chão? o que tinha dentro da xícara?


Ora Genivaldo (Gê), se tinha água na xícara, o que caiu foi água.


Agora imagine que você é a xícara e muitas vezes, a vida balança você, sacode você com força, chacoalha você de tal maneira que você transborda. Mas você vai transbordar o que tem de sobra aí dentro de você. O que você transborda quando a vida te sacode, com problemas?


Talvez seja Raiva? Desânimo? Desespero? Vitimização?


ou talvez seja Resiliência? Serenidade?


Você só vai derramar e transbordar aquilo que você tem de sobra, aí dentro de você.


O que sua xícara transborda?


Você Gostou?

Convido você a comentar, curtir e compartilhar esse texto para seus amigos.


0 visualização0 comentário

©2019-2029  Copyright - GP Coaching Experience. Todos os direitos reservados.